Preço do leite deve ter aumento de 2,3% em Santa Catarina

0
236

Tendência de alta no preço do leite no mercado catarinense. O Conselho Paritário Produtor/Indústria de Leite do Estado de Santa Catarina (Conseleite) reuniu-se na última semana em Florianópolis para projetar os valores de referência para o mês de abril.

O mercado vive um período de alta desde janeiro em razão de queda de produção e da competição entre as indústrias pela matéria-prima.

Os valores projetados para o leite entregue em abril e a ser pago em maio  aumentaram 2,3%, ficando em R$ 1,3432 o leite acima do padrão; R$ 1,1680 o leite padrão e R$ 1,0618 o leite abaixo do padrão. Esses valores (por litro) se referem ao leite posto na propriedade com Funrural incluso.

O presidente do Conseleite e vice-presidente regional da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de SC (Faesc) Adelar Maximiliano Zimmer prevê que a partir de junho os preços subirão de forma mais acentuada, em razão do aumento do consumo provocado pelo inverno.

Santa Catarina é, agora, o quarto produtor nacional, o Estado gera 2,9 bilhões de litros ao ano. Praticamente todos os estabelecimentos agropecuários produzem leite, o que gera renda mensal às famílias rurais e contribui para o controle do êxodo rural. O oeste catarinense responde por 75% da produção. Os 80.000 produtores de leite (dos quais, 60.000 são produtores comerciais) geram 8,3 milhões de litros/dia. (MB Comunicação)