Portal Garagem – Em breve

Xanxerê – O mês de agosto é conhecido como “Agosto Laranja”, em virtude do dia 30 ser considerado o Dia Nacional de Conscientização da Esclerose Múltipla, uma doença neurológica crônica e auto imune, que provoca lesões cerebrais e medulares.

Em agosto também acontece a Semana de Prevenção às Deficiências, promovida pelas Apaes, no período de 21 a 28, quando acontecem seminários, palestras, fóruns e capacitações dos profissionais que trabalham na área da saúde e educação especial.

Em Xanxerê, na tarde desta quarta-feira (01) a Escola Especial Helena Adams Keller/Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais-Apae de Xanxerê, realizou uma panfletagem na Praça Tiradentes, com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a prevenção de deficiências e à noite apresentou, na Câmara de Vereadores, uma proposta para que seja instituído no município, por força de lei, o dia 1º de agosto como o Dia Municipal de Conscientização pela Prevenção de Deficiências.

A fisioterapeuta Lilian Cristina Mazutti, explicou que instituindo por lei uma data para as ações, vai ajudar na conscientização e envolver o Poder Público nas ações que vão gerar melhor qualidade de vida para as pessoas e diminuição dos custos em saúde para o município. “O projeto prevê a prevenção das deficiências, evitando as deficiências, porque se torna muito oneroso para as famílias e para o Poder Público. A prevenção consiste em evitar de nascer uma criança com deficiência, ou mesmo depois de ter nascido ela vir a ter uma deficiência. A ideia é a gente conseguir atingir um nível de conscientização que possa evitar esse tipo de problema”.

A professora de educação especial Gemile Conrado Menegazzi Vicentin, coordenadora do programa de prevenção, destacou que durante o mês serão realizadas outras ações. “Vamos fazer várias ações de prevenção no mês. Hoje fizemos a panfletagem, estivemos na Câmara, na semana de Prevenção da Deficiência teremos outras ações de conscientização, para alcançar o maior número possível de pessoas”.

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde-OMS, um bilhão de pessoas, uma a cada sete apresentam algum tipo de deficiência, destas, 70% poderiam ser evitadas. Sobre esse assunto, Gemile explica quais deficiências podem ser prevenidas. “Com um trabalho bem feito, muitas deficiências podem ser evitadas, como a deficiência intelectual, auditiva, visual e física, que são as quatro deficiências que podem ser prevenidas. Tudo isso pode ser feito durante o período pré-natal, como evitar o álcool, o cigarro, as drogas, ações que a mãe tem que prevenir, mas existe um grande número de mulheres que não se prepara, não planeja com antecedência com os cuidados necessários para prevenir a deficiência”.

Deixe um comentário