Portal Garagem – Em breve

Xanxerê – Um projeto que teve início em setembro, através de uma parceria entre a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais-Apae e Serviço Social do Comércio-Sesc, ambas de Xanxerê, está fazendo a diferença na vida de 33 alunos com problemas de obesidade e sobrepeso.

O projeto Vivendo Bem foi criado pela fisioterapeuta Lilian Cristina Mazutti e pela psicóloga Gisele Mozer, da Apae, e conta com o apoio de uma equipe do Sesc, que faz a avaliação dos alunos.

A psicóloga Gisele Mozer explica que os alunos participam de encontros semanais, com orientações sobre vários aspectos relacionados com a prevenção da obesidade. “Começamos a pensar no projeto em setembro e há um mês estamos com o projeto em ação. Toda semana realizamos um encontro de aproximadamente uma hora, com alunos dos turnos da manhã e da tarde, e o trabalho é dividido em orientações sobre alimentação saudável, sobre ansiedade e outros assuntos relativos aos cuidados com a obesidade, além de atividades físicas, como alongamento e exercícios físicos”.

Gisele adianta que será realizado o acompanhamento dos alunos durante todo o ano de 2019 e aqueles que precisarem serão encaminhados para médicos especialistas, para complementar o tratamento.

Lidiane Tizziane, técnica de assistência e saúde do Sesc, fala sobre a avaliação que está sendo realizada. “O projeto Sesc Saúde, que já é realizado pelo Sesc junto à comunidade, foi estendido para a Apae, através dessa parceria, e estamos fazendo a coleta de exames, aferição da pressão arterial, diabetes, colesterol, triglicerídios e avaliação do Índice de Massa Corporal-IMC. A próxima etapa é dar sequência na parceria e realizar novos exames para que os profissionais possam saber quais medidas tomar, quais avanços foram alcançados e sempre possibilitar a melhor qualidade de vida dos alunos”.

O projeto foi muito bem recebido pelos alunos e por seus familiares, pois as orientações repassadas são reproduzidas em casa, proporcionando mais saúde aos alunos, conforme ressalta Valmor Alves Rodrigues, irmão e responsável legal pela aluna Marisa Alves Rodrigues. “Essa parceria com o Sesc é muito importante, porque é uma maneira de prevenir, eles nos passam orientações que levamos e praticamos em casa. Isso é bom, é mais saúde, é muito importante”.