Mulheres de Passos Maia aprendem técnicas de panificação

0
14
Portal Garagem – Em breve

Atividades foram realizadas através de parceria entre a administração municipal e a empresa Specht

Passos Maia – Uma parceria entre a administração municipal de Passos Maia e a empresa Specht foi responsável pela realização de um curso sobre panificados durante a tarde de quinta-feira, dia 29, envolvendo 61 mulheres. Além de Passos Maia, participantes de Vargeão integraram o grupo instruído pelo técnico em panificação e confeitaria Joselino da Silva.

Ele apresentou toda a linha de farinhas e as possíveis receitas, elaborando massas com farinha integral, de cereais, nova, standard e tradicional. As mulheres aprenderam a fazer pão integral, calzone, pães grandes, cuca, pães doces e até pão de ló para um bolo recheado. “Todas se envolveram bastante, querendo participar junto, pondo a mão na massa e fazendo perguntas”, avaliou.

De acordo com o instrutor, o conteúdo trabalhado no curso serve tanto para a produção em casa — incrementando o cardápio da família — quanto para a venda. “Isso serve para a indústria também, processamento da farinha, a forma correta de manusear a farinha, quantidade de água, textura de massa, maciez, tudo isso foi passado hoje”, descreveu Joselino.

 

As farinhas foram todas doadas pela Specht, com os demais ingredientes adquiridos por meio de uma taxa de inscrição no valor de R$ 5 cada participante. Ao final do curso, as mulheres ainda receberam um caderno de receitas e um kit da empresa.

Mauro Stechenski é coordenador comercial da fabricante. Ele disse que além do aprendizado proporcionado pelo curso às participantes, a iniciativa fortalece a marca na região. “Acima de tudo, fidelizar a dona de casa com a marca Specht”, resumiu.

A primeira-dama Marli Listoni também reforçou que a busca pelo curso teve o propósito de oferecer aperfeiçoamento às mulheres, tanto na produção caseira quanto na comercial. “Tem muita mulher de Passos Maia que gosta de fazer massa, e esse curso é para dar uma aprimorada. Foi aprendido um monte de coisas. Acho que elas gostaram e vão sair muitos pratos bons”.

A avaliação da primeira-dama foi confirmada por dona Elvira Marcondes. Moradora do Centro de Passos Maia, ela produz massas apenas para o consumo próprio. Também costuma fazer agrados a familiares e amigos, frequentemente presenteados com algumas guloseimas. “Eu gosto de fazer massa. Quando fiquei sabendo do curso, já pensei em participar. Deu para aprender bastante, porque a gente sempre está fazendo algo diferente. Valeu a pena”, garantiu.

Deixe um comentário