Xaxim na Rota do Turismo Religioso de Santa Catarina

0
760
Portal Garagem – Em breve

Xaxim- O município está oficialmente inserido na Rota do Turismo Religioso em Santa Catarina. O anúncio foi feito pela consultora do Sebrae Santa Catarina, Simone Pompermaier, durante reunião, realizada na Câmara de Vereadores, na noite de segunda-feira (22), a pedido do vereador Inácio Bracht para formação do corredor turístico na região.

Conforme explicou a consultora, dentro da Secretaria de Estado do Turismo, existe um Grupo de Trabalho ligado ao Turismo Religioso e nesse grupo o munícipio está inserido juntamente com outras cidades que desenvolvem o mesmo ramo turístico. Desta forma, com o processo de canonização de Frei Bruno, Xaxim poderá usufruir esta área, e trocar experiência com municípios que já trabalham com esse tipo de atividade.

O vereador Inácio Bracht, que foi nomeado para fazer parte da diretoria do Conturoeste- Conselho de Turismo do Grande Oeste Catarinense,  explicou algumas atitudes que precisam ser tomadas. São elas:  assinatura pelo prefeito municipal, da LOA- Lei Ordinária Anual, destinando recurso para a área do turismo no munícipio, indicar uma pessoa para responder pela Secretaria ou Departamento de Turismo, cadastrar o município no Ministério de Turismo, CadasTur e formar o Conselho de Turismo.

Após isso, Bracht explicou que devem ser lapidados outros atrativos turísticos dentro do município, para que não apenas a canonização do Frei Bruno, que deve ocorrer dentro de poucos anos, seja explorado, mas, também com estruturação para receber turistas.

O vereador acrescenta ainda que é preciso elaborar e sugestionar um plano de Turismo com mobilização de gestores municipais e da sociedade para identificação dos atrativos e melhorias permanentes na formação dos trajetos para locais do desenvolvimento turístico. “O envolvimento da sociedade é imprescindível, como também envolver as agências de turismo, hotéis, restaurantes e outros, pois o turismo pode gerar empregos, renda e trazer outros benefícios para a sociedade e, nós não podemos perder a oportunidade de evoluir nesses debates”, conclui Bracht.  ​