Governador participa hoje do Fórum Mais Milho em Chapecó

0
771
Ferramentas de Gestão Empresarial no Excel

Chapecó- Os desafios e as oportunidades para o setor produtivo de grãos e de proteína animal serão debatidos no Fórum Mais Milho, hoje, dia 13, no Centro de Eventos Plínio de Nes, em Chapecó. O governador Raimundo Colombo irá participar da abertura do evento a partir das 13h30.

O Fórum Mais Milho reunirá secretários da Agricultura de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul para discutir o equilíbrio entre a oferta e a demanda do grão no Sul do país. Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná são importantes produtores de carnes e leite e, por isso, grandes consumidores de milho – 75% da ração animal é formada pelo grão. Só o setor produtivo de carnes em Santa Catarina consome 6 milhões de toneladas de milho/ano, ou seja, o dobro do que o estado produz.

Especialistas e representantes dos setores produtivos de grãos e de proteína animal irão debater em três painéis o cenário da produção de milho no país e as alternativas para equilibrar a oferta e a demanda. Estão confirmadas as presenças do secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller; dos secretários da Agricultura de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná, Moacir Sopelsa, Ernani Polo e Norberto Ortigara.

Os painéis

São três painéis durante a programação:

– “Políticas públicas que podem ajudar no equilíbrio financeiro da cultura do milho” – participação dos secretários de Agricultura do sul do país e a moderação será feita pelo vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Milho, Glauber Silveira.

– “Como as indústrias e produtores podem buscar equilíbrio de preços do milho”- participação do economista e comentarista do Canal Rural, Ivan Wedekin; representante da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Odacir Zonta; presidente da Cooperativa Central Aurora Alimentos, Mário Lanznaster, e o presidente da Coocam, João Carlos Di Domênico. O painel será moderado pelo secretário adjunto da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina, Airton Spies.

– “Estímulos para o agricultor produzir milho – aspectos econômicos e técnicos”, – participação do diretor estadual de Extensão Rural da Epagri, Paulo Lisboa Arruda; presidente da Fecoagro, Claudio Post; presidente da Ocesc, Luiz Vicente Suzin, e o presidente da Faesc, José Zeferino Pedrozo. O comentarista do Canal Rural, Bendito Rosa, será o moderador.

Sanidade nos pomares de maçã

Os três estados do Sul já são grandes parceiros no fomento à produção de leite e nas discussões sobre a demanda por milho e agora estão prestes a criar o Comitê Interestadual de Sanidade da Pomicultura (Cisp), para defender a sanidade nos pomares de maçã. A portaria deverá ser assinada pelos secretários da Agricultura de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul às 9h de terça-feira, 13, no Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar da Epagri (Epagri/Cepaf) em Chapecó.

A intenção do Comitê é propor medidas conjuntas para assegurar ações de vigilância e defesa de pragas e doenças quarentenárias que afetam a pomicultura. O Cisp funcionará como um órgão de assessoramento às entidades de defesa agropecuária dos três estados. A maior preocupação dos produtores é erradicar o cancro europeu e manter a região livre da Cydia pomonella. Representantes do setor produtivo também farão parte do Comitê.