Abaixo-assinado reivindica implantação de Batalhão

0
1152
consultoria vsd

Xanxerê –Mesmo com sinal positivo do Governo de Santa Catarina de que está em andamento o processo de implantação de Batalhão de Polícia Militar de Xanxerê Fronteira, o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) Xanxerê quer pressionar lideranças políticas através de abaixo-assinado.

Em reunião ordinária realizada na Sede da Associação de Moradores do Bairro Veneza em Xanxerê, na noite de quinta-feira (27), conselheiros decidiram por unanimidade iniciar processo e convidar a sociedade civil organizada através das associações de moradores, empresas e outros Consegs da região para colher assinaturas bem como identificar qual parcela da população deseja que o efetivo policial na região seja ampliado.

De acordo com Paulo Ferronatto, membro do Conseg e da Associação de Moradores do Bairro La Salle e Centro, idealizadores do abaixo-assinado, a atitude é necessária para que a implantação saia do papel. “Sabemos que há cerca de quatro meses que o processo de implantação está em andamento, confirmado em recente audiência na ADR de Xanxerê, porém falta assinatura do governador para que não fique apenas na promessa e sensibilizar o governo pela necessidade da implantação  é que vamos realizar esta consulta a nossa população”, frisou.

Para a presidente do Conseg Xanxerê, Nalu Savaris, a atitude vai legitimar o projeto de implantação. “A população deseja mais investimentos e mais policiais nas ruas para conter a violência, isto é fato, o abaixo-assinado vai referenciar isto, acreditamos na grande adesão da população em geral, empresários e liderança políticas de toda a região”, explica  e completa, “ vamos convidar conselheiros de toda a região num esforço que vai beneficiar os municípios dentro da abrangência do Batalhão a ser implantado em Xanxerê”.

Coletivo de Mulheres

A reunião contou ainda com importante explanação das integrantes do Coletivo de Mulheres Janete Cassol. As representantes da ONG, Karen Kristina Kirchner e Bruna Pompermayer, apresentaram ações que grupo vem realizando e projetos para combater a violência contra a mulher no município.

Como as reuniões do Conseg são sempre abertas ao público, a diretoria fez convite para que as representantes estejam sempre presentes as mesmas como forma de oferecer informação e firmar parcerias, “toda sociedade pode e deve participar, sejam representantes de clubes de serviço, entidades de classe e associações de moradores, desta maneira podemos auxiliar dentro das atribuições do conselho, a promover ações para cada vez mais melhorar a segurança em nossa cidade”, destacou Nalu Savaris.