Ferramentas de Gestão Empresarial no Excel

Xanxerê- Uma ação do grupo de entidades que organiza o abaixo-assinado que pede a implantação do Batalhão da Polícia Militar em Xanxerê, foi organizada na manhã de sábado (19), no centro da cidade. O objetivo foi aumentar ainda mais o número de assinaturas para fortalecer o documento que será encaminhado ao Governo do Estado, num prazo de 30 dias.

Paulo Ferronato, presidente da Associação de Moradores do Bairro La Salle e Centro de Xanxerê, e membro da Fraternidade Cristã da Pessoa com Deficiência de Xanxerê (FCDX), relata que durante toda a manhã foi possível arrecadar cerca de 200 novas assinaturas. “Estamos contentes porque o abaixo-assinado está fluindo. O formulário está circulando com as entidades parceiras, a exemplo da Acix, CDL, Urxam, sindicatos, Conseg e também os municípios da região da Amai, que serão beneficiados com a implantação do Batalhão em Xanxerê, uma vez que com isso alguns municípios terão as suas estruturas transformadas em Companhias, então, o objetivo é fazer essa reivindicação junto ao governador”.

As pessoas interessadas em assinar o documento podem procurar a Associação Empresarial de Xanxerê (Acix), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), na sede de alguns sindicatos e órgãos públicos, ou ainda com representantes do Conselho Municipal de Segurança (Conseg). No próximo sábado, dia 26, uma nova mobilização será realizada pelo grupo com a finalidade de continuar arrecadando assinaturas. “Desta vez vamos envolver os supermercados da cidade para a coleta das assinaturas”, relata Ferronato.

O comandante da 4ª Cia de Polícia Militar de Xanxerê, capitão Vilte dos Santos, que acompanha o trabalho do grupo, considera que toda a comunidade precisa se engajar para defender essa conquista. Segundo ele, com a transformação de Companhia para Batalhão, Xanxerê terá a destinação de um volume maior de recursos e terá autonomia para definir prioridades. “Com a implantação do Batalhão em Xanxerê significa dizer que essa divisão de recursos, seja de logística ou de recursos humanos, virá também para Xanxerê, proporcional ao número de habitantes e a necessidade de Xanxerê, mas virá para cá, e aqui será a sede do Batalhão, redistribuindo todos os recursos para os demais municípios que compõe hoje a região da Amai e mais os municípios da região da ADR de São Lourenço do Oeste, totalizando 23 cidades, de acordo com o projeto”.

A mobilização do abaixo-assinado envolve diversas entidades e associações do município, além de contar com a participação de representantes de municípios vizinhos, que também irão se beneficiar com a mudança.