Idosos pesquisam sobre arquitetura de Xanxerê e produzem maquetes

1
1219
Ferramentas de Gestão Empresarial no Excel

Xanxerê- Os grupos do Idoso Empreendedor e das Oficinas Empreendedoras no Sesc em Xanxerê participaram de uma atividade plástica, em que produziram maquetes em papelão, pesquisando todo o processo na internet. Em conjunto, os idosos escolheram trabalhar o tema “Arquitetura Antiga de Xanxerê”.

“De início pesquisamos na internet o artista plástico Sérgio Cezar, conhecido como o ‘Arquiteto do Papelão’. Depois decidimos o tema, conversamos e socializamos sobre a nossa cidade, como era antigamente. Foi proposto a realização de pesquisas em suas casas, com os seus familiares, para buscarem mais informações sobre os lugares antigos, a arquitetura antiga que ainda existe em Xanxerê”, explica a instrutora da atividade Fernanda Bortolon.

Cada turma escolheu uma arquitetura para ser estudada e construída em forma de maquete, culminando no “Seminário de Tecnologias”, momento de compartilhar as histórias, o porquê de suas escolhas, os desafios enfrentados para pesquisar, preparar e construir suas obras. “O Seminário foi um momento de reflexão e motivação onde lágrimas de alegria rolaram ao ver seus resultados e vitórias e poder compartilhar com seus familiares”, conta Fernanda.

Mirian Bortolanza, 74 anos, diz que para este trabalho seu grupo escolheu o Hospital Nª Sª do Rosário. “Pois até hoje existe o prédio, foi mudado um pouco a parte física, a pintura já não é mais a mesma, mas foi um dos primeiros hospitais de Xanxerê, eu tive minha filha lá”.

Valdir Camilotti, 60 anos, relata que a sua turma escolheu pesquisar o prédio antigo onde hoje está instalado o Sesc. “A história é baseada, no prédio onde se deu início a Loja Renner da família Bortoluzzi. A ideia teria que ser inspirada e trabalhada com papel reciclável, no trabalho do artista plástico Sergio Cesar, mais conhecido como Rei do papelão. E foi com essa ideia que num trabalho em equipe refizemos o referido prédio que aí está”. (Sesc∕SC)

1 comentário

  1. Eu proporia que se fizesse a Maquete de 1882, 1892 da Colonia Militar de Xapeco, na Colina de Xanxerê. Onde hoje se encontra a Prefeitura, casa de Cultura, Hospital. Local ideal e vital, era vital, pois lá de cima se tinha visão de quilômetros ao redor. As tricheiras que muitos falam, surgiram nesta época, mais precisamente durante a revolução constitucionalista. Eu possuo um desenho, que fez parte do livro Centenário do Marechal Bormann, editado pela Editora do Exército em 1944, que possui em ricos detalhes um mapa do povoado de Xanxerê. Digitalizado. O original esta bem deteriorado, por isto gostaria de mantê-lo comigo. Xanxerê foi a primeira vila do Oeste Catarinense. Ficaria extremamente feliz que esta parte de nossa história fosse resgatada, inclusive, que no futuro que se identificassem os locais do passado, nas construções atuais.

Comments are closed.