Serviço de alerta da Defesa Civil via SMS expande para todos os municípios de SC

0
465
Super Caminhão da Sorte Dezembro

Hoje, dia 16, começa a segunda etapa do serviço de notificação de emergência via SMS (mensagem de texto) da Defesa Civil. Na primeira fase, 20 municípios catarinenses participaram de testes. Agora, todas as cidades são abrangidas pelo sistema. A notificação é mais uma ferramenta para comunicar a população sobre situações iminentes de desastres, emergência e/ou estado de calamidade pública.

Ainda nesta semana começa a campanha para a adesão ao serviço. O cadastro continua da mesma forma do projeto piloto. Ao receber a mensagem de texto convite, o cidadão responde somente com o CEP (com ou sem hífen ou espaço) para o número 40199. Mesmo sem receber o convite, o cidadão pode fazer o cadastro quando desejar. Ainda, o serviço permite cadastrar mais de um CEP (um por SMS) para ser monitorado pela Defesa Civil.

Além de Santa Catarina, o Estado do Paraná também entra nesta fase. As mensagens das Campanhas serão enviadas nos dias úteis (segunda a sexta-feira, exceto feriados), entre 9 e 20 horas, respeitando os limites técnicos operacionais e/ou capacidade de tratamento das redes de cada uma das prestadoras SMP, além dos limites técnicos operacionais e/ou capacidade de tratamento da plataforma do integrador.

Conforme dados do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil), em Santa Catarina, pouco mais de 8 milhões de aparelhos celulares estão ativos para receber as notificações. Nos dois Estados do Sul, são cerca de 20 milhões de terminais telefônicos móveis.

Com o passar do tempo, o serviço vai sendo ampliado pelo Brasil a partir do cronograma proposto pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad). São Paulo (a partir de 16 de novembro), Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Espírito Santos (a partir de 18 de dezembro), Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Goiás (a partir de 15 de janeiro de 2018), Distrito Federal, Mato Grosso e Tocantins Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão, Pará, Amapá, Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima (a partir de 19 de fevereiro de 2018).

O trabalho é realizado pelas Defesas Civis Estaduais, em parceria com o Ministério da Integração Nacional, Sinditelebrasil, Anatel e ABR Telecom.