CDL Dia das Crianças 2019

Xanxerê- Eles foram desafiados a desenvolver um produto de fácil preparo, que pudesse ser servido durante a 9ª edição da Festa do Vinho, realizada pela Associação dos Produtores de Vinho Artesanal de Xanxerê, e o resultado não poderia ser outro. O casal Luis Eduardo e Claudia Scanagatta, que cultiva e comercializa mandioca há três anos, agora aumentou o mix e passou a oferecer a Mandioca Palito Scanagatta.

“O Alexandre Bortoluzzi e a Dulce, técnicos da Epagri, nos deram a ideia de fazermos esse produto, então buscamos aprimorar em casa, fomos testando durante um mês, até chegar no produto final”, diz o produtor.

Na Festa do Vinho foram consumidos cerca 50 quilos da mandioca em palito, própria para fritar. Nos ingredientes do produto, que pretende facilitar a vida das pessoas que não têm muito tempo de preparar suas próprias refeições, devido à correria do dia a dia, apenas água, mandioca cozida e sal. “Naquele dia da Festa do Vinho foi uma quantidade bem significativa. Fritamos toda ela e o pessoal gostou muito, foi bem aceita”.

A mandioca é produzida pelo casal, que descasca, corta no formato palito e, posteriormente, realiza o pré-cozimento. “Colocamos um pouco de sal para que ela fique pronta para fritar. Ela recebe um pré-cozimento, fica macia e depois congelamos”.

Claudia ressalta que o produto também pode ser preparado para ser consumido cozido, assado ou, para quem evita as frituras, pode optar pelos eletrodomésticos que preparam os alimentos sem utilizar óleo.

As vendas ainda não foram expandidas para o mercado de varejo, porque neste ano o plantio da mandioca na propriedade do casal foi pequeno, mas Scanagatta considera que a procura tem sido boa. “Estamos fazendo uma venda direta para o cliente na feira livre e no Centro de Comercialização. Hoje, não temos tanta mandioca para suprir a demanda, mas se colocarmos nos supermercados, certamente vai vender muito”.

Comparando com a mandioca descascada, que já era produzida por eles, o custo tem acréscimo devido ao preço do gás de cozinha e da mão de obra para o preparo. “Ela é um pouco mais cara do que a outra, cerca de dez a 15% mais caro”. A mandioca palito pode ser encontrada em embalagens de um ou meio quilo.

Segundo o produtor, que também trabalha com a cana de açúcar, para que as vendas estejam sempre aumentando é necessário criar produtos derivados. “Da mandioca temos três produtos, vendemos ela com casca, descascadas e agora pré-cozida. E da cana, são cinco ou sete produtos diferentes e isso aumenta o nosso leque de vendas. Além disso, o próprio cliente procura algo diferente e prático, como é o caso da mandioca pré-pronta”.

2 comentários

Comments are closed.