Ferramentas de Gestão Empresarial no Excel

Xanxerê – Esta semana pacientes de Xanxerê que estão na fila de espera participam do mutirão de cirurgia de catarata participam no Hospital da Fundação de São Lourenço do Oeste, uma parceria entre o Governo do Estado e os municípios catarinenses. No total serão atendidos 90 pacientes, 50 na terça e 40 na próxima quinta-feira (24).

Para os pacientes é o fim de uma espera de anos, como é o caso de Eleni Bueno Brum que está na fila há dois anos. “Ha dois anos eu tinha pedido uma consulta, aí eles me chamaram. Depois da consulta, em 15 dias foi marcada a cirurgia. O que demorou mesmo foi conseguir a consulta”.

Alguns pacientes tiveram que arcar com as despesas para acelerar a consulta e conseguir a indicação para a cirurgia, como alega Marizete Vasconcelos, que acompanhou a mãe, Maria Francisca Vasconcelos. “Minha mãe estava aguardando há mais de quatro anos por uma consulta, então nós tivemos que pagar uma consulta particular e com a indicação de cirurgia, conseguimos incluir o nome dela no mutirão. Depois da consulta, não demorou um mês para ela ser incluída na lista da cirurgia. Vai ser bom, porque nós pagamos a consulta, mas não teríamos como arcar com a cirurgia”.

De acordo com a secretária Municipal de Saúde, Irene Goralski, essa parceria vai desafogar a fila e ajudar quem está há tempos esperando a cirurgia. “São 90 pacientes que estão sendo encaminhados para a cirurgia. Antes fizemos uma triagem com 100 pessoas, em Faxinal dos Guedes, no dia 1º de maio, onde eles foram avaliados e verificada a necessidade da cirurgia. Sabemos que os pacientes aguardam por este momento e, nesta terça dois ônibus saem de Xanxerê com destino a São Lourenço do Oeste e, outro na quinta, para que todos sejam atendidos e façam suas cirurgias. No ano passado já foram 50 pacientes atendidos no mutirão e agora mais 90”.

Ainda segundo a secretária, os pacientes que fizerem a cirurgia na terça, farão um retorno para avaliação na quarta e os de quinta farão a avaliação na sexta-feira.

A ação é uma parceria com o Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, através da ADR de São Lourenço e os  municípios, que prevê 1,8 mil procedimentos, beneficiando cerca de dois mil pacientes do Oeste e Extremo-Oeste.