Ferramentas de Gestão Empresarial no Excel

Os cotistas do Programa de Integração Social-PIS e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público-Pasep, já podem sacar cerca de 10 bilhões do Fundo desde segunda-feira (18). Isso porque o Governo Federal liberou o pagamento dos recursos para todas as idades, para trabalhadores de órgãos públicos e empresas privadas que contribuíram para o PIS ou Pasep até 04 de outubro de 1988 e que não tenham resgatado too o saldo.

Na primeira etapa, que iniciou no dia 18 e segue até o dia 29 e junho, podem sacar quem tem mais de 57 anos. Basta se dirigir até uma agência da Caixa Econômica, para quem é cotista do PIS, e Banco do Brasil, para quem tem Pasep, com a identidade e a carteira profissional.

Após essa etapa o pagamento ficará suspenso até o dia 07 de agosto, retornando no dia 08 para quem é correntista da Caixa ou BB, num total de R$ 5 bilhões.

E a partir do dia 14 de agosto, estão liberados os saques para os cotistas de todas as idades, incluindo os que não realizarem o saque na primeira etapa. Todos esses beneficiários com menos de 60 anos terão até o dia 28 de setembro para sacar o dinheiro.

Quem deixar para sacar as cotas do Fundo PIS-Pasep em agosto terá os saldos das contas corrigidos com base no rendimento obtido nos últimos 12 meses pelo fundo, e a estimativa é de um aumento entre 8% e 10%. Por exemplo, quem tiver o saldo na conta de R$ 1.000 vai receber de R$ 1.080 a R$ 1.100. A correção aplicada no ano anterior foi de 8,9%.

Com esta medida o Governo pretende injetar na economia mais de R$ 15 bilhões.