Cirurgia do presidente Bolsonaro já dura mais de seis horas

0
427
Ferramentas de Gestão Empresarial no Excel

Presidente é operado para reconstruir o trânsito intestinal e retirar a bolsa de colostomia e deve ter alta em dez dias

SÃO PAULO-SP — O presidente Jair Messias Bolsonaro passa por cirurgia na manhã desta segunda-feira (28), no Hospital Israelita Abert Einstein, em São Paulo, para a retirada da bolsa de colostomia e reconstrução do trânsito intestinal. O procedimento começou por volta de 6h30.

Bolsonaro utiliza a bolsa desde o ataque a facadas em Juiz de Fora, Minas Gerais, há quatro meses. No ano passado, ele passou por outras duas cirurgias de emergência.

Bolsonaro foi internado na manhã de domingo no Hospital Israelita Albert Einstein, pelo qual já havia passado depois de ter sido vítima de uma facada em Juiz de Fora (MG).

Os médicos que vão reconstruir o trecho do intestino rompido com a facada usarão suturas ou grampeadores cirúrgicos para reconectar as partes separadas do intestino grosso. A cirurgia de hoje estava marcada para ocorrer em dezembro, antes da posse, mas foi adiada devido a uma infecção.

Gabinete provisório

O vice-presidente Hamilton Mourão assumiu hoje no início da manhã a Presidência. Ele será presidente interino por 48 horas. Bolsonaro pretende reassumir o cargo e despachar no hospital, quando ainda estiver internado.

Passadas 48 horas da cirurgia, Bolsonaro voltará ao trabalho, no hospital, onde deve ficar 10 dias em recuperação. Neste período, um gabinete provisório será montado no Hospital Albert Einstein para o presidente despachar com ministros.

A comitiva que acompanha o presidente inclui a primeira-dama Michelle Bolsonaro, o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno Ribeiro, o porta-voz e Eduardo Bolsonaro, filho do presidente e deputado federal eleito por São Paulo.