Policial é homenageado em último dia de trabalho na comarca de Abelardo Luz

0
380
Cadastro Foca na Notícia

Abelardo Luz – Era o último dia de trabalho como policial do fórum da comarca de Abelardo Luz, no Oeste, mas também era o aniversário do cabo Rubi Schinato dos Santos. A data era perfeita para marcar os oito anos de serviços prestados ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina, por meio do Corpo Temporário de Inativos da Segurança Pública no Estado (CTISP).

O juiz da Vara Única da comarca e diretor do foro, Emerson Carlos Cittolin dos Santos, fez a entrega de uma placa de homenagem ao cabo Rubi, na qual consta a seguinte mensagem: “Rubi Schinato dos Santos, desejamos a você um feliz aniversário, repleto de alegrias e realizações, e agradecemos pela sua dedicação e pelos serviços prestados no Fórum da Comarca de Abelardo Luz. 6 de junho de 2019″.

O magistrado ressaltou a presteza e cordialidade no tratamento com todas as pessoas que transitam pelo fórum, marca deixada pelo cabo Rubi. “A competência e o carinho pelo cabo Rubi são evidentes tanto pela população da comarca como pelos profissionais que de alguma forma passaram pelo fórum. Inclusive, ele é lembrado pelos magistrados que já atuaram em Abelardo Luz”, destacou Dos Santos.

Dedicação

Desde 2007, cabo Rubi também atua como mediador voluntário no Serviço de Mediação Familiar da Comarca de Abelardo Luz. Foi designado como mediador pela Portaria n° 21/2007 de 16/8/2007. E em 2012 tornou-se o coordenador do Serviço de Mediação Familiar da Comarca de Abelardo Luz, designado pela Portaria n° 40/2012 de 10/7/2012. Colegas de trabalho apontam o policial como o mediador mais atuante na comarca e acreditam não se tratar de uma despedida, mas sim de uma transição, de uma nova fase, já que os vínculos de amizade permanecem.

O cabo agradeceu à Polícia Militar, ao TJSC, aos magistrados, promotores de Justiça e demais servidores da comarca, além da sociedade abelardense. “Agradeço pela oportunidade de atuar por oito anos no fórum de Abelardo Luz. Entre momentos de tensão e solicitude para com todos, foi possível aprender e buscar aprimoramento constante para garantir o principal objetivo de oferecer segurança para que os trabalhos fossem desenvolvidos com tranquilidade”, afirmou.

O cabo Rubi disse ainda que pretende continuar atuando no Serviço de Mediação Familiar, pois é um trabalho que desempenha com grande satisfação.