Engenharia de Alimentos da Faculdade SENAI Chapecó recebe nota de excelência

0
316
Ferramentas de Gestão Empresarial no Excel

Avaliadores do Ministério da Educação concederam nota 4 (em escala de cinco pontos) ao novo curso superior da instituição, que deve ser aberto em 2020; destaques para titulação e experiência profissional do corpo docente e para infraestrutura laboratorial, que obteve nota máxima

Chapecó – O curso de Engenharia em Alimentos, da Faculdade de Tecnologia SENAI Chapecó, obteve nota 4 (numa escala de cinco pontos) na avaliação in loco do MEC para autorização de funcionamento. A instituição aguarda a portaria que homologará a decisão para abrir a primeira turma, o que deve ocorrer no segundo semestre de 2020. As notas 4 e 5 são consideradas de excelência.

Entre os requisitos que contribuíram para a obtenção desta nota estão a qualidade do corpo docente e da infraestrutura. Dos 15 professores que ministrarão aulas no curso, 10 possuem mestrado e outros três têm mestrado e doutorado. Ou seja, 86,6% possuem formação stricto sensu. Eles têm média de experiência como docentes no ensino superior de 8,4 anos. No entanto, a experiência deles no mercado profissional na indústria chega à média de 10 anos. “Isso é muito importante para o propósito do SENAI, de estar próximo e alinhado às demandas do setor industrial”, explica o diretor do SENAI em Santa Catarina, Fabrizio Machado Pereira.

No eixo de avaliação da infraestrutura, a nota do curso foi de 4,9, na escala de cinco. Todos os laboratórios de didáticos receberam nota máxima. O curso conta com laboratórios para aulas práticas e desenvolvimento de projetos nas áreas de industrialização de carnes, frutas e hortaliças, leites e derivados, cereais, panificação, balas, chocolates e bebidas e de análise sensorial, além dos laboratórios de formação básica em química, física, microbiologia e microscopia e informática. O acervo de referência da biblioteca também recebeu nota máxima. “O desenvolvimento de projetos é um dos diferenciais e será realizado durante todo o curso. Desde as primeiras fases, os acadêmicos desenvolverão projetos a partir de demandas reais da indústria e da comunidade, de caráter social”, afirma a coordenadora da Faculdade de Tecnologia SENAI Chapecó, Josiane Betat.

Fonte: MB Comunicação