Cadastro Foca na Notícia

Xanxerê– Na manhã desta terça-feira (03), a Prefeitura de Xanxerê, através da Diretoria de Cultura, juntamente com a Catavento Produções, estiveram reunidos no Museu do Milho, para dar início ao projeto “Museu do Milho: História, memória e preservação do patrimônio cultural do oeste catarinense”, aprovado pelo Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac).

O projeto foi proposto no ano de 2018 através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, visando captar recursos para realizar pesquisa nos acervos do Museu do Milho, com a finalidade de preservar, registrar e divulgar aspectos socioculturais e históricos da formação da região oeste catarinense. Esta iniciativa prevê também a realização de oficinas de formação de colaboradores em vários municípios, produção de cartilha de apoio didático e documentário.

De acordo com a Diretora de Cultura, Aguinetes Barfknecht, “este projeto tem a finalidade de divulgar os aspectos socioculturais e históricos através do Museu do Milho”.

A instituição também será beneficiada com melhorias internas e externas nos ambientes do museu, visando melhorar a visibilidade dos objetos expostos, com um novo cenário e uma linha histórica.

Para a representante da produtora Catavento, Fernanda Bem, “a ideia da revitalização no Museu do Milho é justamente montar cenários e temas que sejam autoexplicativos para o público que visita o local. No momento precisamos de mais espaço para realocar alguns objetos repetidos em uma outra instalação, uma reserva técnica”.

Segundo o prefeito Avelino Menegolla, “é chegado o momento de realizar as mudanças. Esse museu tem uma linda história, construída junto com os voluntários que fazem parte do mesmo, que tem um valor histórico para a região, mostra o que o milho representa para Xanxerê”.

A expectativa, é de que as melhorias no Museu do Milho estejam em andamento até a ExpoFemi 2020.