Governo do Estado decreta situação de emergência e suspende serviços não essenciais

0
93
Ferramentas de Gestão Empresarial no Excel

Florianópolis – Nesta terça-feira (17) o governador Carlos Moisés decretou situação de emergência em todo território catarinense por causa da pandemia de coronavírus.

A partir desta quarta-feira (18) ficam suspensos por 30 dias eventos de qualquer porte, e por sete dias os serviços de transporte municipal, intermunicipal e interestadual.

Segundo o decreto, academias, shoppings, restaurantes e comércio em geral também devem permanecer fechados.

Ficam mantidos os seguintes serviços essenciais:

  • tratamento e abastecimento de água;
  • geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, gás e combustíveis;
  • assistência médica e hospitalar;
  • distribuição e comercialização de medicamentos e gêneros alimentícios, tais como farmácias, supermercados e mercados;
  • funerários;
  • captação e tratamento de esgoto e lixo;
  • telecomunicações;
  • processamento de dados ligados a serviços essenciais;
  • segurança privada; e
  • imprensa.

Atendimento hospitalar

Na manhã desta terça, o governo também determinou que exames e cirurgias eletivos e consultas ambulatoriais estão suspensos temporariamente, exceto para procedimentos não prorrogáveis, tais como exames oncológicos.

O objetivo da medida é diminuir o fluxo de pessoas no sistema hospitalar, reduzindo a circulação do vírus em um momento de preparação para o recebimento de pacientes com a Covid-19.

Em relação às visitas nos hospitais, a determinação é que elas sejam suspensas no caso de idosos e pessoas com doenças crônicas. Para os outros pacientes, o limite é de uma pessoa por vez.