Xanxerê seguirá definições do governo do estado para o retorno dos cursos livres, mas transporte continua parado

0
32
Ferramentas de Gestão Empresarial no Excel

Xanxerê – Nesta semana o Governo do Estado editou as portarias 352 e 357 que autorizam a retomada das atividades escolares de ensino presencial, realizadas por estabelecimentos públicos e privados, para a modalidade cursos livres, a partir do dia 1º de junho.

Na manhã de quarta-feira (27), em reunião com empresários e prefeitos do norte do Estado, o governador Carlos Moisés disse que “a medida leva em consideração a utilização de uma nova ferramenta de gestão regionalizada, que envolve diversos fatores no combate à disseminação da pandemia” e que “cada região do estado terá uma gestão dissociada com o todo estadual”, o que significa dizer que cada prefeito será responsável por definir quais atividades poderão retomar as atividades, de acordo com a situação da pandemia no município.

Em Xanxerê a Comissão de Resposta do Coronavírus esteve reunida na manhã desta quinta-feira (28) e decidiu aguardar uma definição mais clara do Governo do Estado quanto a situação do transporte coletivo.

De acordo com a Comissão, o município irá aguardar as definições estaduais como a liberação dessa ferramenta de gestão, bem como as portarias e/ou decreto para disciplinar a forma da retomada dessas atividades para que a Comissão possa deliberar sobre as medidas.

Sobre o retorno das aulas presenciais em cursos livres, o procurador do município, advogado Fernando Dal Zot informou que seguirá o que determina as resoluções 352 e 357. “Vamos seguir a portaria estadual e autorizar a retomada das instituições, desde que sigam todas as orientações de proteção e cuidados sanitários e com a manutenção de distâncias”.

Sobre a realização de atividades de capacitação para as empresas, Dal Zot entende que pode ser classificada como evento, o que ainda está proibido no Estado, mas que em caso de dúvidas o prestador deverá encaminhar ofício para a Comissão analisar a forma de funcionamento e deliberar a respeito.