Educação empreendedora forma alunos proativos e preparados para enfrentar desafios

0
54
Cadastro Foca na Notícia

O Poder Público de Xanxerê está inserindo a temática da educação empreendedora nas dez escolas municipais que atuam com o ensino fundamental. O objetivo é ampliar, promover e disseminar o assunto por meio de conteúdos de empreendedorismo nos currículos, além de desenvolver comportamentos e competências socioemocionais. A iniciativa faz parte do Programa Cidade Empreendedora, que é executado pela Administração Municipal e pelo Sebrae/SC.

Participarão aproximadamente 2.190 estudantes do 1º ao 9º ano do ensino fundamental. Para a secretária municipal de Educação, Vera Lucia Correa, o empreendedorismo na escola gera uma série de vantagens para os alunos, a exemplo de independência, conhecimento das potencialidades, senso de responsabilidade, estímulo às ideias criativas, desenvolvimento de liderança, aumento da autoconfiança e comprometimento com a sociedade. Vera ressalta que a educação empreendedora inclui atitudes e habilidades para contribuir com a formação de pessoas capazes de encontrar soluções para os problemas sociais.

“Essa prática se baseia na apresentação de conteúdos e demandas que exigem dos alunos um comportamento proativo para vencer as dificuldades. Assim, eles ficam mais preparados para enfrentar cenários que exigem senso crítico e capacidade de tomar decisões de forma rápida e precisa. Hoje o que ministramos em sala de aula o aluno poderá colocar em prática para se tornar um cidadão atuante em nossa sociedade”, adianta Vera.

Educação Empreendedora

As soluções disponíveis para o ensino fundamental I (1º ao 5 º) são: Trilha Comportamentos Empreendedores (são dez vídeos de três minutos com animação e personagens praticando os comportamentos empreendedores); Game Cidade dos Brinquedos (explora os conceitos de atendimento ao público, gerenciamento de recursos e cadeia produtiva) e Oficina Empreendendo no Mundo da Imaginação (para que os alunos se reconheçam como empreendedores e desenvolvam competências socioemocionais).

Para o fundamental II (6º ao 9º): Cidade Colaborativa (é um game que incentiva a busca de demandas da comunidade e possíveis soluções); Oficina Superando Barreiras com Criatividade (para que os alunos se reconheçam como empreendedores e desenvolvam competências socioemocionais) e curso Meu Dinheiro Meu Negócio (transmite conhecimentos sobre finanças e a importância de uma vida financeira saudável).

As soluções para os professores são: Oficina Empreendendo no Mundo da Imaginação; Oficina Superando Barreiras com Criatividade; Jovens Empreendedores Primeiros Passos (formação remota); Trilha Professor do Futuro; Trilha Comunicação em Tempos Difíceis; Trilha Empreendedorismo e Inovação; Trilha Engajamento e Criatividade em Sala de Aula e Seminário de Educação.