Municípios do oeste de SC integram novo Mapa do Turismo Brasileiro

0
181

Quatorze municípios do grande oeste catarinense passaram a integrar o novo Mapa do Turismo Brasileiro. Esse instrumento reúne cidades que adotam o turismo como estratégia de desenvolvimento e identifica necessidades de investimentos e de ações para promoção do setor em cada região turística do País. O objetivo é orientar a atuação do Sistema Nacional do Turismo no desenvolvimento, regionalizado e descentralizado, das políticas públicas nos territórios identificados. As homologações foram divulgadas, na última semana, pelo Ministério do Turismo.

Representam a Instância de Governança Regional (IGR) Vale das Águas: Águas de Chapecó, Caibi, Caxambu do Sul, Formosa do Sul, Maravilha, Nova Erechim, Quilombo, São Carlos, São João do Oeste e Saudades. Da Instância de Governança Regional Grande Oeste (ConturOeste) integram Arvoredo e Coronel Freitas e do roteiro turístico Caminhos da Fronteira os municípios de Anchieta e Palma Sola.

Esses municípios receberam auxílio do Sebrae/SC para realizar o cadastro, por meio dos Programas Cidade Empreendedora e Destinos Turísticos Inteligentes (DTI). O suporte foi prestado pelas consultoras credenciadas à entidade Karla Hall e Silvia Nowalski Balduíno. Entre os critérios obrigatórios estiveram: governança consolidada e ativa; características de identidade histórica, cultural, econômica e geográfica.

De acordo com o gerente regional do Sebrae/SC no oeste, Udo Martin Trennepohl, a partir de agora esses municípios estão aptos a captar recursos para apoio de programas, projetos e ações que visem o desenvolvimento do turismo, além disso contam com uma ferramenta nacional que contribui na divulgação de seus atrativos turísticos. “O Sebrae/SC incentiva o aprimoramento dos pequenos negócios e reconhece a importância do setor turístico que impacta nos demais segmentos econômicos e fortalece a economia local”, ressalta.

NOVIDADES

A partir deste ano, os gestores municipais de turismo poderão atualizar informações ou cadastrar municípios a qualquer tempo e não mais a cada dois anos, como era o processo anterior de elaboração. Ao todo, foram incluídas no Mapa do Turismo 2.542 cidades distribuídas em 322 regiões turísticas.

O Mapa do Turismo reúne municípios com real vocação turística ou impactados pelo setor de viagem. O intuito é nortear a definição de políticas públicas, incluindo a destinação de recursos do Ministério do Turismo para obras de infraestrutura e oferta de cursos de qualificação profissional. Os municípios são classificados de A a E, conforme algumas variáveis como quantidade de estabelecimentos de hospedagens e de empregos, a estimativa de visitantes domésticos e internacionais e a arrecadação de impostos federais nos meios de hospedagens.