Educação como ferramenta de combate à corrupção é um dos propósitos do Observatório Social de Chapecó

0
116

O Observatório Social do Brasil de Chapecó (OBS) atua com comprometimento no exercício da cidadania, de forma democrática e apartidária, reunindo cidadãos e entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública. Entre as ações realizadas para atingir seus objetivos estão algumas iniciativas voltadas à educação, tanto que neste ano a entidade desenvolve o Projeto de Extensão Força Tarefa Cidadã, em parceria com duas universidades locais, além de investir em palestras e eventos focados no combate à corrupção.

Uma das palestras em destaque realizadas recentemente pelo Observatório Social do Brasil de Chapecó teve como tema “A educação como instrumento de ação coletiva no combate à corrupção”. A explanação foi conduzida pelo promotor de justiça Affonso Ghizzo Neto.

Idealizador dos Projetos “O que você tem a ver com a corrupção” e “Fala para o vereador”, o palestrante realçou que é fundamental tratar desse problema que ocorre no mundo todo, mas que no Brasil conta com algumas situações peculiares que merecem atenção. Durante sua exposição, propôs uma reflexão ao questionar por que em algumas sociedades foi possível controlar a corrupção e, em outras, mesmo aplicando aparentemente as mesmas regras não se consegue romper com esse fenômeno que continua sistematicamente.

Também destacou a importância do combate à corrupção ao comentar que não basta somente boa vontade, financiamento, dinheiro e ter voluntários. “Temos que compreender o que está acontecendo. O papel dos Observatórios Sociais é fundamental e, por isso, precisamos ter voluntários, capacitá-los e mostrar que, com uma rede conjunta nós podemos”, observou ao comentar que a história da humanidade demonstrou que é possível reverter situações aparentemente irreversíveis.

O presidente do Observatório Social do Brasil de Chapecó, Mário Miranda, realçou que é prazeroso fazer algo pela cidade, Estado e País. Reforçou que é fundamental trazer assuntos de interesse da comunidade para discutir e refletir sobre o papel de todos na construção de uma sociedade melhor. “Trazer conhecimento e oportunidades de troca de ideias é uma das ações que promovemos em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. Foi um evento de grande importância para fortalecermos ainda mais o nosso propósito”, avaliou.

SOBRE O PROJETO FORÇA TAREFA CIDADÃ

O Projeto de Extensão Força Tarefa Cidadã é realizado pelo OSB Nacional e OSB Chapecó em parceria com a Unoesc e a Unochapecó. Seu objetivo é estimular a cidadania ativa com a potencialização de informações de interesse coletivo de sites governamentais, especialmente dos portais de transparência, e contribuir para a compreensão da população sobre como são aplicados os recursos públicos. A iniciativa foca na melhoria da gestão pública com controle social, gerando melhor qualidade de vida aos habitantes das comunidades onde os alunos estão inseridos. O projeto foi apresentado recentemente aos acadêmicos.

Deixe um comentário